Vou construir

Sistema Fotovoltaico: Estrutura Ideal

Instalar energia fotovoltaica na sua casa é muito simples! Você não precisa fazer nenhuma grande alteração para ter os painéis instalados em seu telhado.
Mas se você está na fase de construção ou planejamento, existem alguns detalhes que podem ser previstos em projeto para facilitar a instalação.
Vamos citar alguns requisitos abaixo, e caso fique alguma dúvida nossa equipe está qualificada para dar orientações mais específicas.

1. Área

Para suprir a necessidade energética de uma casa, você vai precisar de uma área livre de no mínimo 10m². Dependendo da sua demanda de energia você pode precisar de mais área. Veja abaixo uma tabela para servir como base em uma estimativa de consumo mensal de energia (kWh) (lembre-se que estas áreas podem variar de acordo com o sistema de energia solar que você vai instalar na casa).

1.5KWp ocupa no mínimo 10.5m²
2.0KWp ocupa no mínimo 14m²
3.0KWp ocupa no mínimo 21m²
4.0KWp ocupa no mínimo 28m²
5.0KWp ocupa no mínimo 35m²
10.0KWp ocupa no mínimo 70m²

2. Cobertura

Os painéis fotovoltaicos são presos ao telhado através de um sistema de fixação. Cada tipo de telhado pede um sistema de fixação diferente.
O sistema de fixação representa uma parte importante do orçamento e por isso o tipo de telhado deve ser levado em conta quando estamos preparando uma propriedade para receber energia solar.

1. As coberturas de telha metálica, como as trapezoidais comum e termoacusticas, e as coberturas de telha tipo “shingle” são as melhores opções para instalar painéis fotovoltaicos. Essas coberturas facilitam a fixação e são superfícies seguras para instalação.

2. As telhas de barro /concreto do tipo francês ou do tipo capa-canal são a segunda melhor opção. Elas requerem algum tipo de manuseio para instalar, mas nada que inviabilize a sua instalação.

3. As telhas do tipo fibrocimento (conhecidas como “Eternit”) trazem alguns problemas no processo de instalação pois são frágeis e podem quebrar durante o processo. Geralmente elas pedem um sistema de fixação dos painéis independente das telhas.

4. Por último, as coberturas planas como lajes e telhas pré fabricadas em concreto são uma ótima superfície para instalação. O sistema de fixação para as coberturas planas compensa a pouca inclinação do telhado para garantir que os painéis tenham melhor incidência solar. As 3 formas tradicionais de fixar placas solares em lajes são:
a. Estrutura aparafusada na laje, (requer impermeabilização)
b. Colado com colas especiais, (precisa ser bem feito para durar 25 anos)
c. Lastro e Defletor de vento na parte de trás da placa solar, (simples mas adiciona peso extra)

3. Posição do Telhado

O angulo ótimo para produzir o máximo de energia com os painéis fotovoltaicos é face Norte com um grau de inclinação igual ao da latitude. Ex: Campinas está na latitude 22°, portanto o melhor ângulo para o seu painel solar é inclinado a 22°.
Na prática, você nem sempre vai ter a inclinação e direção perfeitas. Não se preocupem! a perda da produção de energia é pequena e totalmente aceitável. Você pode ter o seu painel instalado em qualquer água do telhado menos as viradas ao Sul. O mais importante é que bata o máximo de sol sem sombras durante o dia.

4. Layout

Regra de ouro para fazer o layout de um sistema de energia solar fotovoltaica: Use sempre números pares de painéis. Além de ficar mais bonito será mais fácil configurar o inversor fotovoltaico.
De uma forma simplificada, hoje em dia, existem dois tamanhos de painel solar que são os mais utilizados em casas.
Existem 2 tamanhos de painéis solares: 166cm de altura por 99cm de largura e 198cm de altura por 99cm de largura.

5. Carga dos Painéis

O painel fotovoltaico não é muito pesado. Quase todos os tipos de telhado e laje estão preparados para receber esta carga adicional. Mas dependendo do tipo de estrutura, você pode precisar de um reforço.
De um modo geral, a carga adicionada é de aproximadamente 15kg/m2. Em telhados com coberturas metálicas, como telhas trapezoidais comum ou termoacústicas, o peso pode cair para 13.5kg/m². O peso vai variar principalmente com o tipo de estrutura de fixação que será utilizado.

6. Local do Inversor

O inversor é um equipamento eletrônico. Portanto é importante protegê-lo de umidade ou incidência direta da luz do sol. Alguns foram feitos para ficarem ao ar livre, porém quanto maior a proteção mais tempo ele deve durar. Também é importante que o inversor esteja perto do seu quadro de distribuição de energia – isso vai facilitar muito a ligação na rede e também a manutenção. O acesso fácil também evita que o inversor fique atrás de móveis ou objetos.
Os inversores que são utilizados em uma casa ocupam um espaço de 70cm x 50cm x 25cm até 80cm x 55cm x 25cm (Altura, Largura, Profundidade).
Certifique-se de deixar espaço ao redor dele para facilitar a ventilação e o acesso.

7. Eletrodutos

É importante ter um eletroduto que faça o caminho entre o inversor e os painéis solares no seu telhado. Os painéis solares geram uma voltagem alta, portanto é importante identificar e separar a fiação deste circuito até o inversor. Este eletroduto pode ser aparente ou embutido (conduíte). Em residências, considere que até 4 cabos de 6mm devem vir dos painéis (telhado) até o inversor (perto do quadro de luz).
Também é importante prever uma caixa para chave / disjuntor independente do quadro. Isto vai facilitar as inspeções e reformas futuras.

8. Aterramento

Todos os sistemas fotovoltaicos devem ser aterrados por uma questão de segurança. Tradicionalmente os painéis são aterrados na estrutura e a estrutura à malha de aterramento da casa ou empreendimento.
Portanto, para facilitar também, deixe um ponto de aterramento no telhado onde os painéis serão instalados para facilitar o processo.